8 de março de 2007

Uma baladinha no Marrakesh

Entrada da casa de swing Marrakesk

Terça-feira, 30/01

Continuaç
ão ....

Saimos do Enigma, pegamos um taxi e em menos de 5 minutos chegamos na segunda casa de swing que havíamos visto em Internet : Marrakesh
Sentí um friozinho na barriga, arrepio gostoso ao entrar. Estava ansiosa para conhecer cada cantinho desta casa que eu tanto tinha ouvido falar. Minha empolgação aumentou quando vimos que estava bem movimentada. Rolava um som de discoteca, a pista fica no centro entre as mesas e havia uma decoração com um pequeno jardim de inverno. Pedimos nossas bebida e decidimos fazer um tour para conhecer o clube. Como na anterior, esta também tinha um labirinto escuro, com cabines de toque e cabines com treliça, muito bom para espiar ou ser espiado e a entrada é permitida somente para casais. Havia também um quarto escuro e a entrada é livre para pessoas desacompanhadas. Aliás, esta noite havia mais homens que mulheres, isso porque o tema de hoje era “noite do trio”
Mais tarde nos colocamos próximo da pista para apreciar o show de strip. Uma garota vestida com uma roupa sexy entrou na pista, começou a dançar e enquanto tirava sua roupa ia à algumas mesas para assediar e instigar os homens presentes. Um dado momento ela veio em direção ao Enrique e lhe tocou o bumbum, depois ela brincou com mais alguns homens para em seguida terminar completamente nua no meio da pista. Em seguida veio uma segunda garota, apresentar um novo show de strip, enquanto isso sua amiga la observava nua no canto da pista. Depois que ela terminou sua apresentação, a amiga se juntou a ela para que as duas dançassem juntas. Uma delas deitou a outra no chão, pegou um poco de hidrante e começou a passar no corpo da outra sensualmente, se beijaram e mostraram algumas posições do sexo entre 2 mulheres.
Depois de terminar suas apresentações, uma delas percorreu algumas mesas, procurando um rapaz para começar um novo espetáculo. Ela deu algumas voltas e em seguida foi em direção à uma mesa perto da pista e puxou um rapaz que estava acompanhado, ele olhou a garota que estava com ele e ficou na dúvida se deveria ir ou não. A stripper lhe puxou para o meio da pista, e junto de sua amiga começaram a dançar eroticamente com o rapaz. Ele por sua vez, não parava de olhar para a sua companheira que seguia sentada observando tudo atentamente. As meninas tiraram toda a sua roupa deixando-lhe somente de cueca, lhe acariciaram, e fizeram com que ele beijasse seus corpos. Mais tarde, o show erótico se transformou em um show sadomasoquista, porque uma delas pegou uma cinta e sem dó deu umas 3 ou 4 cintadas em suas costas, alguns minutos depois as marcar vermelhas começaram a aparecer no corpo dele. Elas lhes colocaram de 4 diante delas e forçavam sua cabeça no meio de suas pernas, para finalizar, uma delas rasgou sua cueca deixando-lhe completamente nu no meio da pista. Quando ele voltou a se sentar ao lado da garota que lhe acompanhava, todos aplaudiram e por suposto a direção lhe deu uma nova cueca. Em seguida o dj colocou uma boa música para animar a galera a ir à pista se divertir. Comecei a roçar minha bunda contra o sexo do Enrique, ele imediatamente acariciou minhas pernas, minha bucetinha e beijou minha nuca me deixando toda arrepiada !
Sentí seu pênis endurendo contra o meu bumbum e fiquei com muita vontade de sentir-lhe dentro de mim. Excitados, fomos procurar uma cabine para fazer amor, entramos em uma que estava com muita luz, porém resolvemos não diminuir-la para que as outras pessoas que estavam do lado de fora pudessem apreciar nosso espetáculo. Nos beijamos e meu amor me encostou na parede levantando uma de minhas pernas, em seguida fui agaxando para abrir sua calça e tirar para fora seu pênis que já estava muito duro.....
Depois de ter gozado os 2 bem gostosinho, um casal se aproximou da janela de treliça e nos perguntou se êramos um casal contratado pela casa. Eu respondi que não, mas não sei se ela acreditou. Na hora eu não gostei nem um pouco, mas depois pensando bem, foi até um elogio!
Saimos da cabine, demos mais algumas voltas pelo labirinto, depois fomos em uma sala onde alguns casais estavam transando. De vez quando sentia uma mão boba tocar meu bumbum ou minha bucetinha e isso não agradou muito Enrique. Ficamos alguns minutos observando, mas como estávamos cansados, decidimos voltar para o flat.

Beijos molhadinhos e até


Os detalhes do nosso dia está em nosso
Diário Íntimo Privado


Minha página web : http://www.elisa-exibe.com/


Você quer falar comigo ?
Deixe sua mensagem aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário